Secretário destaca receptividade de ministérios a pleitos da Agricultura

O secretário de Agricultura de Campina Grande, médico Renato Benevides Gadelha, preconizou nesta segunda-feira, 14, após retornar de Brasília, que os pleitos por ele encaminhados ao governo federal em favor da zona rural do município deverão ser gradativamente atendidos  pelos Ministérios da Cidadania e da Agricultura, onde fora recebido em audiências na semana passada.

No Ministério da Cidadania, o auxiliar do prefeito Romero Rodrigues recebeu a garantia de que 319 novas cisternas de placas, número equivalente ao déficit do município, serão construídas para assegurar ao homem do campo a reserva de água, obedecendo a um cronograma cujo calendário será estabelecido por aquele próprio órgão do governo federal.

A instalação de dessalinizadores para melhorar a quantidade de água da zona rural de Campina Grande também foi solicitada pelo secretário Renato Gadelha, com possibilidades concretas de atendimento, dada à receptividade do pleito pelo Ministério da Cidadania.

Outro ponto destacado pelo secretário Renato Gadelha, ainda no Ministério da Cidadania, se refere à possibilidade de Campina Grande vir a ser contemplada com um ônibus adaptado para o transportes de crianças e adultos com dificuldades parcial ou permanente de locomoção, que servirá para conduzí-los da zona rural à sede do município, para fins, principalmente, de tratamento de saúde.

“Esses e outros pleitos fazem parte da política de incentivos adotada pelo prefeito Romero Rodrigues para a fixação, em condições dignas, do homem e da mulher ao campo”, assinalou o secretário municipal da Agricultura, que no Ministério da Cidadania foi recebido em audiência pelo secretário especial do Desenvolvimento Social, médico sanitarista Wellington, mais conhecido como Lelo Coimbra, ex-deputado federal e ex-vice-governador do Estado do Espírito Santo.

No Ministério da Agricultura, onde foi recebido pelo secretário-executivo Marcos Montes Cordeiro, médico e ex-deputado federal por Minas Gerais, além de cobrar mais celeridade na tramitação de projetos encaminhados anteriormente, Renato Gadelha pleiteou ainda a aquisição de tratares para o preparo da terra da zona rural de Campina Grande, já para o próximo ano. Atualmente, o município conta com quadro dessas máquinas, enquanto a elevada demanda dos produtores exige que este número deveria ser de, no mínimo, oito equipamentos.

O secretário Renato Gadelha também apresentou no MA um projeto de reflorestamento do lado Oeste da zona rural de Campina Grande (na direção de Catolé de Boa Vista), por intermédio do Argan, planta originária do Marrocos, mas que já existem mudas nesta região.

Este projeto, idealizado pela Secretaria municipal da Agricultura em parceria com a Embrapa-Algodão, chamou a atenção do secretário Marcos Montes, devido às funções do Argan de proporcionar sombra e frutos, que servem de sombra e alimentação para ovinos e caprinos, além da amêndoa, cujo óleo tem alto valor de mercado, podendo se constituir numa importante fonte de renda para os agricultores campinenses.

Ao prever mudanças radicais na caprinocultura, por meio do programa Agronordeste, do Governo Federal, que vai implantar centros de produção do leite e seus derivados e da melhora genética desta espécie nas regiões do Cariri paraibano e do Moxotó pernambucano, o secretário Renato Gadelha solicitou do Ministério da Agricultura recursos para a construção de abatedouros, principalmente para atender as demandas do Distrito de Catolé de Boa Vista.

“As reclamações sobre falta de recursos não imensas em Brasília. Contudo, acredito que os pleitos de Campina Grande serão atendidos, gradativamente, para que possamos oferecer melhor condição de vida aos nossos agricultores”, finalizou Renato Gadelha.

O secretário municipal da Agricultura manteve contato com quase toda a bancada da Paraíba no Congresso Nacional, para tratar de assuntos de Campina Grande. O deputado federal Pedro Cunha Lima acompanhou Renato Gadelha nas audiências ministeriais.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO