Avançam as obras no conjunto residêncial no Complexo Aluízio Campos

obras_conj_aluizio_camposMesmo com o pequeno atraso ocorrido por conta das chuvas constantes ocorridas durante o mês de junho último, as obras do maior conjunto habitacional em co9nstrução no Brasil, com 4.100 residências situadas no Complexo Aluízio Campos,  avançam 14% acima do previsto.

Com o cronograma firmando a construção de 100 casas por mês, dentro dos próximos 30 dias, as primeiras unidades habitacionais já começam a receber os telhados, culminando com o avanço da via de acesso principal do complexo, interligando o Complexo a BR 104 Sul, que já toma formas viárias.

Após o construção das 100 unidades,  dentro de um prazo de 30 dias, de forma progressiva , pretende-se chegar ao número exato de 250 residências construídas dentro de 90 dias de trabalho, fato que levou a construtora responsável pelas  a realizar um processo de recrutamento de mão de obra qualificada em alvenaria estrutural.

“Estamos bastante entusiasmados com o ritmo empregado nas obras do Complexo Aluízio Campos, principalmente no que tange o levantar das unidades habitacionais, além das mais de 100 unidades já com estrutura básica armada, os telhados de algumas já estão sendo postos” informou o Secretário de Obras, André Agra.

O empreendimento envolve investimentos na ordem de 300 milhões, com contrapartida da Prefeitura na parceria com o programa Minha Casa Minha Vida do Governo Federal. O conjunto habitacional, o maior no Brasil em construção, ocupará 100 hectares, dentro da área de 800 desapropriados pela Prefeitura, na localidade do Ligeiro, para sediar o complexo Aluízio Campos, que deve absorver mais de 200 empresas nas áreas de comércio, indústria e serviço.

Hoje cerca de mil homens trabalham na edificação do conjunto, que deverá ser composto por 1.080 apartamentos e 3.020 casas, absorvendo  uma população estimada em 20 mil pessoas.

Priorizando a sustentabilidade, compromisso social, a construção envolve novas tecnologias que possibilitam dotar, por exemplo, as unidades habitacionais com energia solar, à base de cobertura com estrutura em steel deck, eliminando o uso de madeira.

A entrega total do conjunto, prevista para o final de 2016, toda a infraestrutura de oferecimento de habitabilidade estará montada, com equipamentos sociais e públicos, com acesso asfaltado, creches, escolas, praças, postos de saúde e centro de assistência social.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO