Bocha Paralímpica é destaque em jogos de Campina Grande

Pela primeira vez, em dezoito anos de competições, a Olimpíada Rainha da Borborema abriu espaço para as disputas entre atletas com necessidades especiais. Entre essas modalidades está a Bocha Paralímpica, cujas competições foram realizadas na última terça-feira, 02, no Ginásio de Esportes da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), no bairro de Bodocongó. A Olimpíada é organizada pela Secretaria de Esporte, Juventude e Lazer (Sejel) da Prefeitura de Campina Grande.

Ao todo 24 atletas, representando três entidades, estiveram presentes para as disputas, que totalizaram 33 jogos. O grande destaque foi a equipe da Fundação Centro Integrado de Apoio à Pessoa com Deficiência (Funad) de João Pessoa, que foi campeã em todas as classes disputadas.A Funad também foi representada por dois atletas da Seleção Brasileira da modalidade, Paulo Renato (campeão na Classe Bc1) e Genilson Alves (que ficou com o primeiro lugar na Classe Bc2). Liana Araújo (na Classe Bc3) e Deivis Rufino (Classe Bc4) completaram o time de campeões da Funad na Paralimpíada Rainha da Borborema.

Participaram das disputas a APAE de Campina Grande e ACARDD (de João Pessoa). A competição também ofereceu oportunidades aos estudantes de Educação Física da UEPB, que participaram de oficinas sobre a Bocha e foram voluntários durante os jogos, recebendo inclusive certificado da Olimpíada Rainha da Borborema.“Já estamos avaliando os pontos negativos e positivos para fazermos um grande evento em 2019. Com certeza esse foi um momento histórico para a Bocha, aqui em Campina Grande”, avaliou Danilo Queiroz, organizador da competição.

    
Fonte: Codecom 
Fotos: Sílvio César – Sejel/PMCG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO