Campina é escolhida para integrar o grupo G20 Semiárido

pmcg_logoCampina  Grande foi escolhida pela Sudene para integrar o G20 Semiárido, grupo que reunirá os 20 municípios de maior poderio econômico da região, que deverá ser criado, com apoio do Governo Federal. Além de Campina, da Paraíba apenas Patos integra a relação.

Para criação do G20, os critérios adotados,  foram a densidade demográfica e a influência econômica exercida pelos municípios em outras localidades. O PIB movimentado pelo grupo gira em todo de R$ 50 bilhões e reúne 4,6 milhões de habitantes.

Objetivo da criação do grupo é propor debates sobre políticas que estimulem avanços, participação e representatividade dos municípios, com o objetivo de reduzir as disparidades econômicas intra e inter-regionais.

Neste aspecto, a  Sudene  deverá exercer papel estratégico na articulação de mais um movimento em prol da potencialização das vocações econômicas e políticas de municípios do semiárido nordestino.

O próximo encontro para discutir  criação do G20 Semiárido será em Petrolina, que também integra a relação. A ideia é  reunir as lideranças políticas das cidades que integram o grupo, além de representantes de ministérios, instituições financeiras e universidades do Nordeste em um evento a ser realizado já no mês de agosto.

O que se busca é debater estratégias, planos de trabalho e outras iniciativas que impulsionem e fortaleçam os debates sobre desenvolvimento social, organização política e economia relacionados  ao semiárido nordestino.

A Sudene deve colaborar no mapeamento das cadeias produtivas que integram a economia do semiárido. O levantamento deverá apresentar, entre outros dados, aspectos facilitadores e desafios a serem vencidos para o desenvolvimento da região. O diagnóstico também subsidiará gestores públicos com informações relevantes para a criação de outros projetos e iniciativas com o mesmo objetivo.

O diretor de planejamento da Sudene, Sérgio Alencar, reforçou que as discussões sobre o G20 Seminário também são oportunas para a próxima reunião do Conselho Deliberativo da Sudene (Condel).

O PIB movimentado pelo grupo gira em todo de R$ 50 bilhões e reúne 4,6 milhões de habitantes.

Os municípios que integrariam o G20 são os seguintes:

Alagoas: Arapiraca;

Bahia: Feira de Santana, Jequié, Juazeiro, Paulo Afonso e Vitória da Conquista;

Ceará: Caucaia, Crato, Itapipoca, Juazeiro do Norte, Maranguape, Iguatu e Sobral;

Paraíba: Campina Grande e Patos;

Pernambuco: Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe, Garanhuns e Petrolina;

Rio Grande do Norte: Mossoró.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO