Campina Grande é primeiro lugar na Paraíba e terceiro no Nordeste no Índice Nacional de Desenvolvimento dos Creas

Foram divulgados nesta semana os resultados do Índice Nacional de Desenvolvimento (Idcreas) dos Centros de Referência de Assistência Social (Creas). E o município de Campina Grande ocupou lugar de destaque nas listas, ficando em primeiro lugar na Paraíba e no terceiro posto do Nordeste, na frente de importantes cidades como Aracaju, Feira de Santana, Olinda e Jaboatão dos Guararapes.

Em nível nacional, dentre os mais de cinco mil municípios, Campina Grande estám na posição 22. Nas unidades do Creas os critérios avaliados foram Estrutura Física, Recursos Humanos e Qualidade nos Serviços Ofertados.
A secretária municipal de Assistência Social (Semas), Eva Gouveia, aproveitou a manhã desta quarta-feira, 30, para se reunir com a equipe da Pasta, comemorar os resultados positivos do trabalho que vem sendo desenvolvido e traçar novas metas para uma melhor prestação de serviços à população campinense.

Ela recebeu o resultado do Idcreas, apresentado pelo Ministério de Desenvolvimento Social, com muita felicidade e entusiasmo. “Muito nos alegra fazer parte dessa competente equipe, liderada pelo prefeito Romero Rodrigues. A conquista de um bom resultado neste índice revela o compromisso de todos em desempenhar os seus serviços com responsabilidade e amor ao próximo”, pontuou.

Eva acrescenta que a Semas tem cumprido a recomendação do prefeito Romero Rodrigues: livrar os mais necessitados das amarras impostas pela situação econômica e social do país e também garantir que os direitos fundamentais de todos sejam respeitados. “Isso nos motiva e impulsiona a seguir em frente com maior dedicação”, disse.

O Creas é a unidade responsável pela oferta de serviços de proteção básica do Sistema Único de Assistência Social nas áreas de vulnerabilidade e risco social.

Os indicadores foram inicialmente propostos pela Coordenação Geral dos Serviços de Vigilância Socioassistencial, segundo critérios avaliativos, e o método de cálculo do indicador. Assim oferece aos técnicos gestores e conselheiros da Assistência Social uma ferramenta simples, permitindo o processo de aprimoramento da “qualidade dos serviços” prestados à população por meio dos Centros de Referência Especializados em Assistência Social – Creas.

Os critérios avaliados são compostos por informações que retratam a estrutura física das unidades, equipe técnica e serviços e benefícios.

O município de Campina Grande disponibiliza três unidades dos Creas, que atendem jovens e adolescentes que tiveram seus direitos violados, através de demanda espontânea, busca ativa, canal de denúncia pelo disk 100 e 123 ou encaminhados pela Vara da Infância, para o cumprimento de medidas socioeducativa, oferecendo os serviços de proteção social, além do acompanhamento dos jovens através da Prestação de Serviços à Comunidade (PSC) e Liberdade Assistida (LA), de acordo com o ato infracionário.

Em 2018 as unidades do Creas atenderam e encaminharam 13.758 famílias.

Fonte: Codecom
 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO