Campina Grande sedia terceiro ciclo de capacitação do Selo Unicef

Com foco nos indicadores da saúde e da educação, o município de Campina Grande está sediando terceiro ciclo de capacitações do Selo Unicef (Edição 2017-2020). O evento foi realizado nesta terça-feira, 06, pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e reuniu cerca de 23 municípios que aderiram ao selo. A capacitação também acontece nesta quarta-feira, 07, com a participação de outros 36 municípios na sede da Federação das Industrias do Estado da Paraíba (Fiep).

O encontro desta terça-feira aconteceu no Centro Cultural Lourdes Ramalho e teve como objetivo central orientar os municípios sobre uma série de ações estratégicas, principalmente nas áreas da saúde e educação, que devem ser implementadas até 2020 para que recebam a certificação do Selo Unicef.Durante a capacitação, que foi iniciada com a apresentação do Guia de políticas Públicas, também foram abordadas ações estratégicas como o Busca Ativa Escolar; Esporte Seguro e Inclusivo; Trajetórias de Sucesso Escolar; Indicadores de Qualidade da Educação Infantil; além do Relato de Experiência do Núcleo de Cidadania dos Adolescentes (Nuca); controle da sífilis e HPV, como também estratégias para ampliar a cobertura vacinal de rotina de menores de 5 anos.

“O terceiro ciclo de capacitação foca em eixos temáticos. Na educação ele vem trabalhar a plataforma do Busca Ativa Escolar, uma ação intersetorial, que visa exatamente identificar crianças e adolescentes que estão fora da escola. Dessa forma, a estratégia é bastante importante porque garante a matricula, o acesso e permanência do auno dentro da escola”, frisou a secretária de educação e articuladora do selo em Campina Grande, Iolanda Barbosa.Ainda na educação, o Unicef apresentou aos municípios a plataforma de Trajetória de Sucesso Escolar, que está focada nos anos finais do ensino fundamental e tem como finalidade verificar a trajetória de acesso, permanência e progressão dos alunos. “Essa estratégia nos foi apresentada  como forma de corrigir uma possível  taxa de evasão e reprovação, que gera um fluxo negativo  do 6º ao 9º  e que pode resultar em uma distorção idade-serie com diferenças que chegam a até 4 anos”, explicou a secretária.

Para que sejam certificados com o selo, os municípios passam por uma avaliação de indicadores, especialmente os relacionados à Saúde, Educação e Assistência Social, e a partir deles recebem um conjunto de metas a serem cumpridas para melhoria dos mesmos em um período de quatro anos.Além de participar da atual edição do Selo, a Prefeitura de Campina Grande também conquistou a certificação do Unicef na edição 2013/2016, o que simboliza o compromisso da gestão do prefeito Romero Rodrigues com a efetivação e a proteção dos direitos das crianças e adolescentes no município.

Fonte: Codecom

 

Esta mensagem foi enviada p

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO