CEREST capacita em notificações de acidentes mais de 300 profissionais das UBSs e NASF de Campina

O CEREST-CG – Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador de Campina Grande, concluiu na tarde de ontem, 19, o treinamento dos profissionais das UBSs – Unidades Básicas de Saúde da Família deste Município. Foram capacitadas as categorias de agentes comunitários de saúde, enfermeiros, assistentes sociais, médicos, fisioterapeutas, técnicos de enfermagem, dentistas e atendentes de consultórios dentário e recepcionistas, além de toda a equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família – NASF.

Do total de 325 profissionais capacitados, os agentes comunitários de saúde teve a maior representatividade, com  68 trabalhadores presentes. Os enfermeirosficaram no segundo lugar na participação, com 54 pessoas, enquanto os técnicos de enfermagem ocuparam o terceiro lugar, com 44  profissionais presentes.Os recepcionistas totalizaram 42 trabalhadores, enquanto o quórum dos médicos atingiu 31 profissionais, seguido da categoria de auxiliar de consultórios dentários, com  30 trabalhadores presentes. Os profissionais do NASF  totalizaram 27 trabalhadores e a categoria de dentistas/cirurgião com 17 participações, enquanto os assistentes sociais com 12 profissionais.

O treinamento aconteceu no auditório da Vila do Artesão, Bairro São José, turno da tarde, tendo sido iniciado no último dia 10. Os profissionais de saúde foram treinados para notificar os acidentes  e agravos relacionados à Saúde do Trabalhador.Segundo Hellen Duarte, enfermeira do trabalho do CEREST-CG, a capacitação contribuiu para enriquecer o conhecimento desses profissionais no que diz respeito ao Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN),  identificando e notificando os acidentes e  agravos relacionados ao trabalho. Hellen faz parte da equipe de capacitação.

Para o engenheiro de segurança do trabalho do CEREST-CG, Artur Sartori, um dos palestrantes, o treinamento foi de  grande relevância para todos os profissionais efetivos e celetistas, uma vez que foram abordados o papel do CEREST-CG, sua abrangência, trabalhadores foco de notificação. “Mostramos como cada profissional pode contribuir para a identificação e registro no SINAN; quais são os agravos compulsórios de notificação e como a nossa unidade de saúde do trabalhador pode ajudar nas ações promocionais com base nas informações repassadas”, explica Artur, lembrando que também foi reforçada a importância da identificação e da notificação de trabalho infantil.

Para realizar esta ação, de grande relevância para os profissionais e o serviço de saúde do Município, a Coordenação do CEREST-CG, firmou parceria com o MPT – Ministério Público do Trabalho e a Diretoria de Atenção à Saúde (DAS), da Secretaria Municipal de Saúde.

Fonte: Codecom
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO