Curso capacita professores de 50 escolas municipais para uso de tablets em sala de aula

aulas_professores_tablets

Preparar os professores para dinamizar as práticas de ensino e aprendizagem através do uso das novas tecnologias. Esse é o objetivo do curso de capacitação promovido pela Prefeitura de Campina Grande sobre o uso dos tablets em sala de aula. Participam da capacitação 262 professores das 50 Escolas da Rede Municipal de Educação beneficiadas pelo Programa “Tablet na Escola”.

O Programa de Formação de Professores para o Uso de Tablets nas Escolas começou dia 3 de agosto, com a distribuição dos equipamentos aos professores.

O curso terá duração de 10 semanas, com carga horária total de 30 horas. Ao todo são 15 turmas distribuídas entre os turnos da manhã, tarde e noite para garantir opções de horário aos docentes. Cada turma possui entre 15 a 20 participantes, com uma aula semanal.

A capacitação aborda temas que vão desde as configurações do equipamento, passando por noções de hardware e software, até as aplicações específicas do para o uso pedagógico dos tablets.

A questão da conectividade também é abordada, permitindo ao professor, por exemplo, compartilhar um arquivo diretamente do seu tablete para os equipamentos dos alunos através da tecnologia bluetooth. Vários aplicativos pedagógicos instalados não dependem de internet, funcionando também “off-line”.

“Vamos apresentar aplicativos educacionais para diversas disciplinas, voltados para aulas de português, matemática, física, química, biologia, história, geografia e língua estrangeira. O tablet traz várias opções para tornar as aulas mais dinâmicas e interativas. Além disso, temos o livro digital, que garante o acesso a diversas obras com custo reduzido. Vamos simular o uso em sala de aula”, explicou o instrutor Emerson Nóbrega.

Os professores que participam da capacitação estão aprovando a iniciativa. Para a professora Valquíria Luna, que dá aulas de português nas turmas do 6º e 7º ano da Escola Municipal Tiradentes, o curso está abrindo novas oportunidades. “Estamos com a expectativa de que o tablet possa nos auxiliar no trabalho em sala. A capacitação está contribuindo, com os instrutores mostrando várias possibilidades de uso”, avaliou.

Já a professora de história Ivna Aguiar, da Escola Municipal Padre Antonino, admite que tinha pouco contato com a informática antes do curso, mas defende que o uso pedagógico das novas tecnologias é um fundamental para a educação na atualidade.

“Sem a capacitação, não seria possível fazer uso do tablet e tudo o que aprendi vou levar pra prática da aula. Temos de fazer uso do tablet porque o nosso aluno já é digitalmente informado e a gente precisar trazer essa formação digital para a sala de aula, para o nosso aluno”, garantiu a professora Ivna.

imagem

Os tablets serão usados em sala de aula por quase 7 mil estudantes que estão cursando o ensino fundamental. Serão atendidas todas as turmas do 6º ao 9º ano da Rede Municipal, bem como as turmas do 5º ano que funcionam nas 22 escolas com menor nota no Índice de Desenvolvimento Básico da Educação (IDEB).

A estratégia visa utilizar os tablets como ferramenta para estimular a melhoria dos indicadores. A distribuição dos tablets para os estudantes está prevista para o início de setembro.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO