Divulgado Indicador de Desenvolvimento das unidades dos CRAS segundo o censo SUAS 2017

Campina Grande ficou em primeiro lugar no IDCRAS – Indicador de Desenvolvimento das unidades dos CRAS, segundo o censo SUAS – Sistema Único de Assistência, que acaba de ser divulgado. Nível Paraíba com nota 4 – empatados dois CRAS da cidade. João Pessoa ficou em segundo lugar.

Média final – Paraíba – dos 10 CRAS de Campina Grade – 1º lugar – nota 3,43; 2º lugar – nota 3,36 – João Pessoa.Nível Nordeste a posição geral foi 242º, com a quarta melhor média – empatados com outros municípios. Na região 1.721 municípios possuem CRAS, no total de 2.659 unidades, sendo 367 de grande porte.

O Centro de Referência em Assistência Social – CRAS é a porta de entrada da assistência social, e estão localizados nas áreas de maior vulnerabilidade e risco social, com o objetivo de fortalecer a convivência e vínculo familiar e com a comunidade. Campina Grande disponibiliza 10 unidades dos Centros de Referência, controlando todo o território da cidade, como também os distritos de Galante e São José da Mata.O IDCRAS é um indicador sintético que busca medir, de forma indireta, a “qualidade dos serviços” prestados nos CRAS. Por ser um indicador sintético, o IDCRAS comporta em sua composição alguns outros indicadores e, assim, possui maior capacidade de sintetizar diferentes aspectos da realidade vivida nos CRAS.

O CRAS além de possibilitar a população os serviços, benefícios e projetos da assistência social, como o Serviço de Proteção e atendimento integra a família – Paif – e o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo – SCFV.Obtém-se o indicador sintético final, por meio de média aritmética simples, isto é, somando os níveis atingidos em cada uma das dimensões, dividindo o resultado por 3 – número de dimensões que compõe o IDCRAS.

Aproximadamente 45% dos CRAS obtiveram um Indicador entre 3 e 4, o que indica que, aproximadamente, metade das unidades CRAS do país apresenta um nível de desenvolvimento aceitável. Cerca de um quarto das unidades (pouco mais de 25% dos CRAS), no total de 1.063 unidades atingiram IDCRAS igual ou superior a 4, ou seja, apresentando um nível de desenvolvimento que pode ser considerado bom.

No final da tarde da quinta-feira, dia 31 de janeiro, a secretária de Assistência Social de Campina Grande, Eva Gouveia, se reuniu com os representantes dos CRAS da cidade para comemorar os resultados obtidos do trabalho que vem sendo desenvolvido.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO