Escolas participam do Salão Municipal de Combate à Dengue e Chikungunya

escolas_salao_combate_dengueCerca de 150 estudantes de 15 escolas municipais de Campina Grande deram início nesta segunda-feira, 24, ao Segundo Salão da Dengue e Chikungunya da cidade.

O evento é aberto e acontece no Centro de Tecnologia Linaldo Cavalcanti, no largo do Açude Novo, das 8h às 17h, com intervalo de almoço, e vai até o dia 27.

O encerramento está agendado para o dia 28, no Teatro Municipal Severino Cabral.

Estão sendo expostos vários trabalhos, como painéis, quadros, cartazes informativos contendo orientações sobre as doenças, o mosquito, a forma de prevenção e o combate, além dos sintomas, do tratamento e dos riscos.

Até uma maquete foi montada para demonstrar como podem existir focos imperceptíveis do mosquito em uma casa.

Todas estas informações foram repassadas para alunos de mais de 30 escolas da Rede Municipal de Ensino durante três meses de trabalho por meio do Núcleo de Educação Ambiental da Secretaria de Saúde, em parceria com a Secretaria de Educação do município.

O trabalho de Combate à Dengue teve início no primeiro semestre letivo nas escolas localizadas nos bairros que apresentam maior índice de infestação do mosquito.

A iniciativa busca educar e conscientizar para a necessidade de prevenção aos tipos da dengue, conforme tem orientado o Ministério da Saúde.

“Os estudantes se tornam agentes multiplicadores da conscientização, assim como os pais e os funcionários da escola para que possamos nos livrar da dengue”, disse a diretora de Vigilância em Saúde, Eliete Nunes.

Agenda

Os alunos da Escola Municipal Fernando Cunha Lima visitaram o salão na tarde desta segunda-feira (24) e participaram de uma palestra educativa sobre os cuidados que se deve ter para evitar a proliferação do mosquito responsável pela Dengue, Chikungunya, e Zica.

Na terça-feira, será a vez dos os alunos da Escola Municipal Maria Anunciada (Três Irmãs). Já na quarta-feira, 26, a visita fica com os alunos da Escola Municipal Presidente Kennedy (Bodocongó), enquanto a Escola Municipal Poeta Álvaro Guedes (Jardim Paulistano) fica com a quinta, dia 27.

Também na quinta-feira, uma Comissão Julgadora vai fazer a escolha dos três melhores trabalhos apresentados.

As escolas receberão troféus, os alunos medalhas e brindes, além do sorteio de brindes para todos os participantes da exposição. As escolas podem solicitar à Coordenação de Vigilância Ambiental e Zoonoses que sejam feitas palestras nas unidades escolares sobre o assunto através do telefone 3310-7062.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO