Mais de 3.500 bebês nascem no Isea no primeiro semestre de 2018

O Instituto de Saúde Elpídio Almeida – Isea, realizou 3.579 partos de janeiro a junho de 2018. A maioria foi de partos normais, conforme preconiza a Organização Mundial da Saúde. Foram 1.911 procedimentos normais, o que representa mais de 50% do total de partos.

Parte dos procedimentos foi realizada no Centro de Parto Normal (CPN), estrutura criada para estimular a prática de dar à luz de forma natural, que é mais saudável para o bebê e para a gestante. O Centro, criado em 2016, tem cinco leitos individuais completamente equipados e alguns dispõem de banheira para o parto humanizado na água.Do total de bebês, 460 nasceram prematuros e precisaram de cuidados adicionais, 607 ficaram internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal e 77 passaram pelo projeto Mãe Canguru, onde os bebês recebem os cuidados com o aconchego das mães em uma unidade semi-intensiva.

Do total de partos realizados, 68% são de bebês de outros municípios e apenas 32% de famílias moradores de Campina Grande. Por isso, 319 mulheres ficaram hospedadas na Casa da Gestante, do Bebê e da Puérpera, que foi construída para abrigar as mães de recém-nascidos de outras cidades que precisam ficar internados na maternidade.Além do CPN e da Casa da Gestante, de 2013 para cá também passou por reforma a UTI neonatal e foi construída a primeira UTI materna do Isea, que internou 125 mulheres no primeiro semestre de 2018. A maternidade também ganhou uma nova recepção com setor de classificação de risco e nova enfermaria, além de consultórios climatizados. A unidade recebeu um suporte de novos 81 leitos nestes quase seis anos e foram investidos mais de R$ 5 milhões desde 2013.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO