Mobilidade urbana e tecnologia para transporte público marcaram atuação da STTP durante os quatro anos

decoracao_sttp_2016A STTP tem trabalhado intensamente para manter o ritmo das ações de trânsito e transportes, e apesar da crise foi possível realizar muitos projetos beneficiando a população campinense.

A elaboração, aprovação e execução do PlanMob – Plano de Mobilidade Urbana, tornou Campina Grande uma das poucas cidades no País a estar apta para receber recursos do governo federal e inclusive, sendo destaque nacional na publicação Sete Passos, Como construir um Plano de Mobilidade Urbana, da Revista Embarq – Brasil, da WRI (World Resources Institute), uma instituição internacional de pesquisa que transforma grandes ideias em ações que integram meio ambiente, oportunidades econômicas e bem-estar humano.
Por meio da STTP, a prefeitura reafirmou suas características essenciais, atuando de maneira forte e produtiva na Mobilidade Urbana, respondendo às demandas que a sociedade almeja.

Em cumprimento à implantação do Plano de Mobilidade Urbana, a prefeitura vem desenvolvendo diversas ações na cidade. A execução desses projetos está ocorrendo no bairro do Zé Pinheiro e parte do bairro do Catolé; no Jardim Paulistano, com o binário das ruas Aprígio Nepomuceno com Pedro Otavio de Farias, interligando com a av. Juscelino Kubitschek.
Intervenções no trânsito – Inúmeras intervenções já foram executadas no trânsito para facilitar a mobilidade, com destaque para a execução dos projetos de engenharia de tráfego do núcleo central, compreendendo as ruas Afonso Campos, Peregrino de Carvalho e Barão do Abiaí, reduzindo os congestionamentos presentes em horários críticos e melhorando as travessias de pedestres, e assim, humanizando o centro da cidade.

Outra mudança aconteceu na rua Irineu Joffily, onde o estacionamento do lado esquerdo não é mais permitido e após a praça Coronel Antônio Pessoa, na rua Miguel Couto, não será mais permitido estacionar. No final de 2015 foi executado o projeto que alterou a circulação de veículos na av. Almirante Barroso, com a abertura de canteiro, no trecho com a rua Josef Thomas, no bairro do Cruzeiro. No cruzamento foi colocado um grupo de semáforos, que permite o acesso de veículos com destino à rua Aprígio Nepomuceno, no sentido centro-bairro, e também os veículos advindos da rua Costa e Silva, no sentido Centenário/Jardim Paulistano, sem a necessidade de utilizar a rotatória da avenida JK, desafogando o fluxo de veículos naquela área.
Alguns projetos relevantes executados:
1 – Campina Amiga da Bike, implantação de dez paraciclos espalhados pela área central da cidade;

2 – assinatura de convênio com a Policia Militar para ampliação do sistema de monitoramento por câmeras em Campina;

3 – implantação do corredor exclusivo para ônibus, na av. Floriano Peixoto.

4 – intervenções no estacionamento de transportes alternativos intermunicipais e na Zona Azul, para facilitar a mobilidade;

5 – recuperação da ciclovia do canal de Bodocongó;

6 – implantação do talão eletrônico de multa;

7 – implantação de monitoramento eletrônico de velocidade;

8 – convênio com a UFCG para análise de material de sinalização de trânsito;

9 – interligação entre os bairros Catolé e José Pinheiro / binário das ruas Antônio Telha e Ascendino Moura, com implantação de ciclovias;

10 – alteração de estacionamentos nas ruas Afonso Campos/Peregrino de Carvalho/ Barão do Abiaí;

11 – sinalização da rua Dr. Vasconcelos (Ladeira da Morte);

12 – abertura de canteiro e implantação de cruzamento semafórico no trecho da rua Josef Thomas, com Almirante Barroso, no bairro do Cruzeiro;

13 – implantação de sinalização com cruzamento semafórico na Assis Chateaubriand com Rio de Janeiro, trecho do Polo Jurídico;

14 – alargamento e sinalização da rua Odon Bezerra, Liberdade;

15 –  implantação de nova sinalização com cruzamento semafórico, trecho do Partage Shopping, R. Otacílio Nepomuceno – Catolé;

16 – implantação do Sistema de Monitoramento por GPS da frota de ônibus;

17 – disponibilização dos dados do transporte coletivo urbano nos Google Maps, Moovit e Here Maps;

18 – desenvolvimento do sistema de previsão de partidas “Passa Aqui”;

19 – publicação das informações do sistema ônibus através da Web pelo site: [http://www.ciomcg.com.br%3B/]http://www.ciomcg.com.br;

20 – desenvolvimento de sistema informatizado/mobile para vistorias de transportes e fiscalização;

21 – inauguração do LEDS – Laboratório Especializado em Desenvolvimento de Semáforos.
Sinalização horizontal e vertical – A STTP revitalizou a sinalização horizontal nas vias de maior fluxo de veículos e de pedestres, na área central e nos principais trechos de vários bairros da cidade. Mais de 25.000m² de pinturas foram executados, num trabalho de implantação e revitalização de sinalização para garantir a segurança do cidadão, e melhor fluidez do tráfego. Faixas de pedestres, pinturas de eixo e de bordo, retenção, yellow box, e de canalização, além de placas de regulamentação foram serviços executados, também acompanhados da implantação de novos redutores de velocidade.
90% de semáforos com led – Campina Grande conta hoje com mais de noventa por cento dos semáforos com lâmpadas de led, num trabalho realizado em mais de sessenta e oito cruzamentos semaforizados por toda a cidade, representando significativa economia, e racionalizando o uso de energia elétrica, além de otimizar os gastos com manutenção, devido à durabilidade dos equipamentos instalados.
Educação de trânsito – Por meio da divisão de educação de trânsito da STTP, mais de 20 projetos educativos e informativos de trânsito são realizados anualmente, destacando-se a campanha Maio Amarelo, um movimento internacional de conscientização para a redução de acidentes que visa chamar a atenção para que a população exerça todos os papéis no trânsito, de forma responsável e com o mais alto respeito a todas as formas de vida.

Também é realizado o projeto da Olimpíada de Educação de Trânsito, que em sua quarta edição, teve a participação de 28 escolas da rede municipal de ensino, com alunos dos distritos de Galante, São José da Mata, e Catolé de Boa Vista, participando de provas práticas, com perguntas e respostas de conhecimentos gerais, além da apresentação das maquetes com situações de trânsito. Conseguir o maior número de doadores de sangue, tipo O negativo, foi uma das provas das 06 equipes classificadas e fez parte da segunda fase da olimpíada.

A proposta da olimpíada é incentivar os alunos do Ensino Fundamental a desenvolver e executar tarefas relacionadas à Educação de Trânsito. Ações educativas foram desenvolvidas de forma contínua no primeiro semestre, envolvendo 2.980 alunos. Os resultados de seus trabalhos foram aplicados com 960 alunos e 48 professores, competindo nas atividades também durante a Semana Nacional de Trânsito, com a prova prática de ações nas faixas de pedestres, na área central da cidade.
Parceria com o Ministério das Cidades – O superintendente Félix Neto também esteve por várias vezes em Brasília, tratando de assuntos relacionados aos projetos de mobilidade urbana da cidade, participando de audiências com o ministro das cidades, e com o presidente do Departamento Nacional de Trânsito, Denatram, cujo objetivo foi entregar o projeto especifico da sinalização do centro da cidade, e dos binários de Campina Grande. Os projetos foram apresentados tecnicamente pelo prefeito Romero Rodrigues, que também esteve presente aos encontros, juntamente com o deputado Federal Rômulo Gouveia.
Transporte Público – No setor de transportes, por exemplo, destaca-se a conclusão do processo de Licitação das Linhas de Transporte Público de Passageiros, com a assinatura dos contratos de concessão e mudanças de itinerários nas linhas de ônibus, com redistribuição da frota na Zona Oeste. Atendendo a uma das exigências da licitação, foi implantado GPS em toda a frota de ônibus

Tecnologia a serviço do passageiro – No setor de tecnologia da informação, os usuários do transporte coletivo estão tendo a oportunidade de acessar e conhecer projetos digitais como o sistema de informação ao passageiro do transporte público por ônibus, baseado em GIS, sendo chamado de CIOM COLLECTOR (www.ciomcg.com.br).

A STTP em conjunto com o departamento de Computação da UFCG, numa cooperação de esforços e trabalhos técnicos, conseguiu que a prefeitura de Campina Grande, atendesse todos os pré-requisitos para ser selecionada como instituição parceira do Google Transit. No Google Maps é uma ferramenta de planejamento para transporte público que combina os dados mais recentes da STTP com o alcance do Google Maps. Ele integra paradas, trajetos, grades de horários e informações sobre tarifas de transporte público para facilitar e agilizar o planejamento de viagens.

Laboratório Semafórico – Implantado na STTP o LEDS – Laboratório Especializado em Desenvolvimento de Semáforos tem como objetivo trazer economia nos investimentos da parte semafórica do órgão, bem como produzir equipamentos de qualidade e que supram as necessidades da cidade em detrimento da mobilidade urbana e segurança viária.

Os agentes de trânsito Alysson Márcio, Fábio Farias e Hélder Carlos desenvolveram todo o projeto e hoje é concretizado com ações pontuais no processo de fabricação de todo material semafórico.

Cerca de 25% dos cruzamentos semaforizados de Campina Grande tiveram suas lâmpadas substituídas pelos módulos de led produzidos no laboratório semafórico, representando significativa economia de energia elétrica. Enquanto uma lâmpada incandescente consome o equivalente a 60 watts e dura em média 01 mês até ser substituída, um módulo de led consome apenas 06 watts e pode ter durabilidade de até 10 anos, representando uma economia em torno de 90% do uso de eletricidade, reduzindo também os custos de manutenção do sistema.

Além do compromisso de ter todos os 94 cruzamentos semaforizados de Campina Grande funcionando com led’s, o laboratório concentra esforços na substituição gradativa de controladores semafóricos que apresentam depreciação do tempo, a exemplo de equipamentos que estão em campo há mais de 15 anos, bem como no desenvolvimento de projetos e de melhoria de mobilidade, a exemplo dos semáforos inteligentes, que poderão ser controlados à distância.

Natal Iluminado – O projeto da decoração natalina, da fachada do prédio administrativo e do anexo de trânsito da STTP também é implementado como um coroamento das ações do órgão durante o ano, despertando nos campinenses o espírito de fraternidade e a magia que o período representa.

Como um dos pontos mais visitados durante o projeto do Natal Iluminado, realizado pela prefeitura, a decoração natalina da STTP tem iluminação com cascatas de luzes, e de adornos tipo “festão luxo”, que dá um diferencial na fachada decorativa, que receberá visitação do público, a partir de 20 de dezembro.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO