Número de trotes para o Samu cai 76% depois do programa Samu na Escola

SAmu_escola_saude_campina_na_fio_cruzO ano de 2016 ainda nem encerrou, mas já é possível identificar uma grande queda no número de trotes que recebe anualmente o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Campina Grande (Samu-CG). No ano de 2013 foram registrados 235.956 falsos chamados de socorro médico e em 2016, até o momento, foram 56.180, o que representa uma queda ao longo dos quatro anos de 76%.

De acordo com o Coordenador do Samu, Carlos Alberto Figueiredo, o número positivo foi alcançado principalmente por causa do Núcleo de Educação Permanente (NEP), que desenvolve vários programas como o Samu na Escola e o Samu Solidário. “O Samu na Escola começou em 2014 e, desde então, os números de trotes têm caído”, disse. A cada ano os trotes diminuem. Em 2014 foram 133.810 trotes e em 2015 tinham sido 69.428.

O projeto consiste em educar os alunos das escolas de Campina Grande e conscientizar os estudantes sobre a importância do serviço. A cada semana uma equipe de enfermeiros oferece um curso com noções de primeiros socorros em uma escola diferente, pública ou particular, para crianças de 6 a 14 anos de idade do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

O curso também oferece outros conteúdos e ensina a como fazer o acionamento do socorro de urgência.  “Nós percebemos que os trotes aconteciam nos horários dos intervalos das aulas escolares e muitas crianças faziam as falsas ligações. Por isso, iniciamos o Samu Mirim e os resultados estão sendo tão satisfatórios”, explicou a coordenadora do NEP, Loyane Figueiredo.

Ao fim da atividade em cada escola, uma equipe de samuzeiros mirins é formada. “Eles participam de projetos no Samu, participam do desfile cívico do Dia da Independência e ajudam no trabalho de conscientização para que outros alunos não reproduzem a prática do trote”, disse Loyane. A equipe tem uma ambulância própria. A cada ano 30 colégios em média recebem o projeto e cerca de 1.300 alunos assistem às aulas.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO