Obras da UPA do Dinamérica serão concluídas em outubro

Upa_dinamericaRetomadas no mês de maio, as obras  UPA 24h do bairro Dinamérica, em Campina Grande, seguem em ritmo avançado e devem ser concluídas até o final do mês de outubro deste ano. Os trabalhos no canteiro foram suspensos em 2013, após a Secretaria Municipal de Saúde identificar não conformidades no projeto inicial. O Ministério da Saúde autorizou as mudanças no projeto e estabeleceu o novo prazo para a construtora finalizar a obra.

De acordo com informações do setor de engenharia da Secretaria de Saúde, que faz o acompanhamento da obra e alimenta a informações da construção no Sismob – Sistema de Monitoramento de Obras do Ministério da Saúde, o projeto da UPA do Dinamérica não contemplava, por exemplo, sistemas de gases medicinais e oxigênio. Além disso, a estrutura de eletricidade prevista no projeto inicial não teria capacidade para suportar a instalação de uma rede de climatização no local.

Outras não conformidades, como ausência de salas adequadas para leitos de isolamento também foram apontadas. Em algumas saladas do novo serviço foi necessária a realização de adequações para atender à RDC 50 – resolução da Anvisa que define as condições técnicas para planejamento, programação, elaboração e avaliação de projetos físicos de estabelecimentos assistenciais de saúde.  O novo serviço de saúde ainda vai contar com sistema de captação e aproveitamento do uso de água das chuvas, que não estava previsto no projeto inicial.

Segundo a secretária municipal de saúde, Luzia Pinto, a correção das não conformidades vai evitar que o serviço precise passar por mudanças estruturais no futuro, como aconteceu com a UPA do Alto Branco, recentemente. “A Prefeitura precisou investir mais R$300 mil na unidade para de corrigir falhas na estrutura. Graças as mudanças realizadas, este ano, a UPA do Alto Branco conseguiu a certificação de qualidade do atendimento, atestada pelo próprio Ministério da Saúde”, destacou.

Funcionamento – A secretária de saúde esclareceu que, após a conclusão da obra, o Ministério da Saúde dará o prazo de até 180 dias para que a Prefeitura inicie os atendimentos na UPA do Dinamérica. “Esse período é para compra e instalação de equipamentos médicos e mobiliário, contratação de serviços de oxigênio, como também para formação da equipe dos profissionais que irão trabalhar na unidade. Alguns destes processos já foram disparados para que possamos cumprir todos os prazos”, garantiu Luzia Pinto.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO