Prefeito participa de reunião no Sebrae e discute projeto para o São João

Romero_sebraeA possibilidade de realização de atividades destinadas a divulgar e estimular o Maior São João do Mundo durante os doze meses do ano foi alvo de reunião entre o prefeito Romero Rodrigues, secretários municipais, gerentes e consultores do Sebrae no final da manhã desta quarta-feira, 8, na sede local daquele órgão, na Avenida Manoel Tavares. O encontro foi marcado por uma exposição do consultor José Carlos de Almeida, destacando iniciativas voltadas ao crescimento e à sustentabilidade econômica do evento, dentro de uma política de integração entre os diversos segmentos sociais de Campina Grande.

Segundo o prefeito Romero Rodrigues, o Maior São João do Mundo é um evento cujo potencial turístico deve ser aproveitado com ações que podem ser desenvolvidas ao longo dos doze meses do ano, tendo, assim, participado da reunião convocada pelo Sebrae local para conhecer as alternativas, baseadas em estudos técnicos e econômicos, destinadas a projetar ainda mais o grande evento turístico da Paraíba e um dos maiores do país.

O prefeito revelou-se feliz em poder contar com o Sebrae para a continuidade da parceria entre aquela instituição e a PMCG, sobretudo quando são apresentadas idéias capazes de favorecer em curto, médio e longo prazos um evento que pode acentuar ou valorizar as raízes culturais do nosso povo e favorecer o crescimento da economia local, tendo-se como referencial o tradicional São João campinense.

O dirigente do Sebrae, João Alberto, considerou bastante positivo o encontro, pois, além do prefeito, a reunião contou com a presença das várias autoridades ligadas aos setores econômico e turístico de Campina Grande, a exemplo de Alcindor Vilarim (Amde), Luiz Alberto Leite (Sede), Raimundo Asfora Neto (Sine), Lula Cabral (Secult) e Temístocles Cabral (coordenação do Maior São João do Mundo). Ele garantiu que o órgão estará sempre à disposição da PMCG para levantar propostas que viabilizem o engrandecimento do turismo local.

Por sua vez, o consultor José Carlos de Almeida, da empresa ACG, disse que procurou mostrar e ressaltar o diferencial do produto turístico local, visando estimular a sua competitividade, envolver a comunidade empreendedora e viabilizar o desenvolvimento de ações dentro de um projeto denominado “Campina Grande – São João 365”, o qual poderá contemplar apresentações e ensaios das quadrilhas juninas ao longo do ano, integração turística entre Campina Grande e outras cidades, incentivo à realização de eventos em áreas distritais e muitas outras sugestões.

Na visão do prefeito Romero Rodrigues, as idéias são válidas e devem ser amadurecidas, buscando-se verificar a sua viabilidade, lembrando, ainda, que além do aspecto econômico, o São João é um evento cujo caráter religioso deve ser sempre levado sempre em consideração. Neste contexto, o secretário de Cultura, Lula Cabral, defendeu a realização de um evento voltado, sobretudo, para a valorização das raízes culturais campinenses, como forma de atrair o maior número possível de turistas.

Por fim, o coordenador Temístocles Cabral, destacou a importância de se fazer um evento dentro de uma gestão marcada pelo planejamento. “Assim, devemos pensar e realizar, como bem destacam os técnicos do Sebrae, o evento como uma verdadeira cadeia produtiva destinada a se desenvolver durante todo o ano, gerando equilíbrio financeiro ao nosso São João e, ao mesmo tempo, valorizado o nosso lado cultural”, afirmou.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO