Prefeito Romero lança Projeto Recicla São João 2018

O Recicla São João 2018, foi  lançado na manhã desta sexta-feira (08), no Parque do Povo pela  Secretaria  Serviços Urbanos (Sesuma), da Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG),  representantes do Ministério Público do Trabalho, do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Centro de Ação Cultural (Centrac) e das Cooperativas de  catadores e catadoras de materiais recicláveis de Campina Grande. O lançamento ocorreu num clima de muita descontração e entusiasmo, com a presença do prefeito Romero Rodrigues, do secretário Geraldo Nobre,  procurador do Ministério do Trabalho, Raulino Maracajá,  secretária de Desenvolvimento Econômico, Rosália Lucas, representantes das cooperativas e associação de catadores e os 30 cooperados contratados, vereadores Rui da Ceasa, Álvaro Farias, Lucas Ribeiro e Sargento Neto.

O Recicla São João  iniciado em 2016, numa iniciativa da Sesuma e Secretaria de Ciências e Tecnologia, gestão Cassiano Pascoal, e visa a coleta seletiva durante a realização do “Maior São João do Mundo” festa tradicional realizada no mês junino na cidade há mais de três décadas. O Recicla São João surge de uma parceria entre cooperativas e associações de materiais recicláveis e a Prefeitura de Campina Grande com o apoio do Centrac, do Ministério Público do Trabalho (MPT) e da Rede Cata-PB.

Por meio do projeto, um convênio celebrado entre uma das cooperativas de catadores, a CataMais, a PMCG remunera os catadores para que realizem o trabalho de coleta seletiva dentro do Parque do Povo, espaço que abriga o Maior São João do Mundo. A contratação atende ao que preconiza a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010) e o Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (Lei Complementar 087/2014).

Além do valor pago pela PMCG, de um salário mínimo individual, os 30 catadores de materiais recicláveis cadastrados receberão os recursos fruto da venda do material coletado e o auxílio de transporte, alimentação (jantar) e os EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual), como botas, luvas, capas de chuva, etc., parte destes doados pelo Centrac, que este ano pode chegar a 35 toneladas.

Cada trabalhador assinou um termo de responsabilidade, onde constam as obrigações referentes ao trabalho de coleta do material. O trabalho, que se iniciou nesta sexta-feira, 08 de junho,  abertura do Maior São João do Mundo, será realizado todos os dias, das 19h às 03h, até o encerramento da festa, no dia 08 de julho de 2018. Este ano também será estendido ao Trem Forroviário e a Galante.

. A catadora Maria Lourdes Bezerra, presidente da CataMais, agradeceu ao prefeito Romero Rodrigues, ao secretário Geraldo Nobre, a coordenaodora do projeto Rafaela Oliveira,e ao procurador Raulino Maracajá , e lembrou que no trabalho do Recicla São João, não existe uma ou várias cooperativas e sim um coletivo que deve atuar unido: “Estou participando pelo terceiro ano e espero que seja bom como foi nos anos anteriores. Temos que lembrar que lá somos nós todos, juntos e misturados, para mais uma vez realizar um bom trabalho”, disse.

Os empreendimentos envolvidos são: , Cooperativa de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (CATAMAIS), Associação de Recicláveis Nossa Senhora Aparecida (ARENSA), Cooperativa dos Trabalhadores de Materiais Recicláveis (COTRAMARE), Cooperativa de Trabalho dos/as Catadores e Catadoras de Campina Grande (Cata Campina).

Em 2016, o trabalho dos catadores e catadoras no Recicla São João retirou do Parque do Povo mais de 15 toneladas de materiais recicláveis, que vendidos, renderam aos catadores uma renda de cerca de 1.000 reais, quando somados à bolsa garantida pela Sesuma.

Para o secretário Geraldo Nobre a o Recicla São João é um projeto  de inclussão social, pioneiro, e está sendo referência nacional, sendo copiado, por garantir emprego e renda, durante um período de 30 dias, onde 30 cooperados, têm direito a um salário mínimo, alimentação, fardamento, equipamentos de proteção individual e transporte, e ainda  lucra com a venda do produto coletado.

Uma base foi montada no Parque do Povo, ao lado da Pirâmide, e  um caminhão caçamba fica  a disposição para recolher todo o material recolhido que depois de cheia é lavada para as Cooperativas parceiras.

Ano passado foram contratados 25 pessoas no Recicla São João, mas agora em 2018, como foi um sucesso, aumentamos. “ Além do salário mínimo, ano passado  a coleta seletiva rendeu 25 mil quilos  ( latas de cervejas, refrigerantes, papel e papelão), e toda renda foi pra eles. Essa parceria  entre Prefeitura e cooperativas é de suma importância e eficaz e agora com a participação do Ministério do Trabalho, está sendo mais forte e mais precisa.

O deputado federal Pedro Cunha Lima, elogiou a iniciativa da Prefeitura  por valorizar os profissionais e dando-lhes condições de trabalho digno e a garantia de uma renda extra ao final do São João.

O prefeito Romero Rodrigues, disse que o Recicla tem um foco na sustentabilidade com respeito ao meio ambiente e as pessoas. “ Não podemos pensar só na festa em si, que também  traz renda e faz parte da nossa cultura, mas temos de pensar na preservação ambiental e numa renda adicional para famílias, e isso o Recicla São João já demonstrou sua importância nos anos anteriores, por isso este ano está sendoampliado”, disse o prefeito.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO