Prefeitura de Campina Grande e Incra firmarão convênio no Dia do Agricultor garantindo a liberação de recursos para famílias assentadas

A Prefeitura de Campina Grande vai firmar convênio com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para o financiamento e desenvolvimento de projetos destinados a assentados da reforma agrária. A solenidade acontecerá neste dia 31 de julho, pela manhã, na Vila Sítio São João, com a presença do prefeito Romero Rodrigues e do superintendente regional do Incra, Francisco Rinaldo Maranhão de Figueiredo.

O ato será testemunhado pelo secretário municipal de Agricultura (Seagri), Fábio Agra Medeiros, além de outras autoridades. A solenidade será um dos principais eventos da programação alusiva ao Dia do Agricultor. Representantes de todas as comunidades rurais de Campina Grande também estarão prestigiando a programação.

O convênio prevê, entre outros benefícios, a liberação de recursos financeiros para o desenvolvimento dos Projetos Fomento Mulher e Fomento Semiárido.  Competirá ao Incra a responsabilidade pela liberação diretamente às famílias assentadas dos vários contratados mediante Termo de Contrato de Concessão de Crédito. Já a PMCG compete a prestação de assistência técnica na elaboração e acompanhamento da execução dos projetos produtivos vinculados aos contratos individuais.

Com isso, as mulheres rurais poderão aumentar a sua renda familiar. Os projetos aprovados serão contemplados com recursos financeiros destinados a incentivar as atividades no campo. Quanto ao Fomento Mulher, os recursos destinam-se à produção animal, beneficiando às contempladas com a possibilidade de uma renda diária. Já o Fomento ao Semiárido destina-se à infraestrutura, melhoria do setor de recursos hídricos e outras atividades.

Os recursos são federais, mas os projetos foram viabilizados graças a uma parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura para a elaboração dos projetos e encaminhamento ao Incra. Com o projeto aprovado, o agricultor vai ter direito ao dinheiro para compra dos recursos materiais necessários para o desenvolvimento das suas atividades.

O Fomento Mulher destina R$ 5 mil para cada projeto aprovado, já o Semiárido vai contemplar o agricultor com recursos da ordem de R$ 5 mil, ou seja, um total de R$ 10 mil por cada família atendida com estes novos programas. Inicialmente, cerca de 50 famílias serão beneficiadas, mas paulatinamente este número poderá chegar a 300 famílias.

Os primeiros beneficiados são os assentados do Pequeno Richard e Santa Cruz, mas em breve serão contemplados também os assentados nas comunidades Venâncio Tomé, Antônio Eufrouzino e Vitória.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO