Prefeitura encerra neste dia 30 prazo de pagamento do IPTU em cota única

Joab_PachecoO contribuinte de Campina Grande tem até o próximo dia 30 de abril para pagar em cota única o IPTU de 2015. Quem assim proceder terá direito a um desconto de 10%. Também se vence no mesmo dia, o prazo de pagamento, sem multa, da primeira parcela do Imposto Predial e Territorial Urbano, considerado fundamental para elevação das receitas municipais e garantir a execução de muitas obras em favor da comunidade.

De acordo com o secretário executivo de Finanças, Joab Pacheco, o contribuinte também tem como opção tirar o boleto pela internet. Para tanto, deve-se acessar o site da PMCG (pmcg.pb.gov.br.br), no Portal do IPTU. A medida facilita, ainda mais, o acesso dos que vão cumprir a sua obrigação junto ao Município e dar sua contribuição para o desenvolvimento local.

Na avaliação do secretário, as primeiras semanas de arrecadação seguem o comportamento dos anos anteriores, havendo a necessidade de mais efetiva participação e colaboração da sociedade para a conquista de mais recursos destinados à execução de obras nos mais diversos setores administrativos, a exemplo das destinadas à melhoria da mobilidade urbana.

“A arrecadação, até o momento, está bem abaixo do esperado. Foi feito um lançamento de R$ 28 milhões, mas, nesta semana, apenas alcançamos a marca de R$ 8,6 milhões arrecadados. Com isso, mantém-se o nível de arrecadação dos anos anteriores e de elevado nível de inadimplência. Assim, conclamamos a sociedade a participar mais deste processo e dar efetiva contribuição às ações que podem alavancar o progresso local”, disse.

Joab Pacheco pontuou que com o dinheiro arrecadado toda a sociedade será beneficiada. O IPTU é uma das poucas receitas do município, mas toda arrecadação se transforma em investimentos diretos, sobretudo em obras realizadas com recursos próprios da administração. Todo o dinheiro é aplicado em obras de pavimentação, abertura de vias e outras melhorias de infraestrutura do município.

Segundo o secretário, do IPTU arrecadado, 25% dos recursos destinam-se à melhoria das escolas municipais (obras de infraestrutura de escolas e creches); 15% são destinados ao setor de Saúde (com investimentos nos próprios municipais, como Hospital Pedro I, Hospital da Criança e Hospital Dr. Edgley) e 60% dos recursos gerados são aplicados no melhoramento, principalmente, das vias públicas, beneficiadas com restauração de calçamentos, novas pavimentações, operação tapa-buraco, limpeza urbana diária e compra de equipamentos, a exemplo de tratores e caçambas.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO