Procon divulga nova pesquisa de preços em supermercados de Campina Grande

O Procon de Campina Grande divulgou nesta quinta-feira, 25, a mais recente pesquisa de preços dos produtos que compõem a Cesta Básica Regional. Apesar do valor médio neste mês ter sido de R$226,06, uma redução de quase 4 reais em comparação com o mês de setembro, o levantamento chama a atenção para a grande diferença de preços encontrados em alguns produtos da Cesta.

De acordo com os valores coletados entre os dias 23 e 24 de outubro, a maior variação foi para o quilo do tomate longa vida, uma diferença de 328% entre o menor e maior preço encontrado. A carne de sol também apresentou uma diferença significativa, quem pesquisar pode economizar até R$ 14,10 na compra do quilo do produto.

O quilo do alho, tempero apreciado na culinária regional, também apresentou uma boa variação, pode ser encontrado nos estabelecimentos pesquisados ao preço de R$ 10,90 a R$ 37,90. Já o café foi o alimento que menos apresentou variação no preço, sendo encontrado de R$ 3,69        a R$ 4,99, ou seja, 35% de diferença.

Quem acessar a pesquisa no site do Procon http://procon.campinagrande.pb.gov.br/ verá não apenas o preço médio da Cesta Básica Regional de Campina Grande, mas pode verificar que o  supermercado com menor valor apresentou um preço de R$ 187,89 reais e que o estabelecimento mais caro, no período, apresentou uma cesta no valor de R$ 258,44 reais.

O relatório também apresenta os preços dos 55 produtos amostrados por estabelecimento e ainda o custo da Cesta Básica Regional no rendimento de um indivíduo que recebe um salário mínimo de R$ 954,00. Para o mês de outubro, o campinense gastou 23,69% do seu ordenado com a compra da Cesta Básica Regional, restando 76,31% do salário para outras despesas, como por exemplo: água, luz, telefone, internet, cartão de crédito, transporte, medicamento, entre outras.

O coordenador executivo do Procon de Campina Grande, Rivaldo Rodrigues, lembra que a pesquisa tem caráter informativo e faz um alerta para os alimentos que se apresentam em promoção. “O consumidor deve estar atento com os produtos em promoção, pois quase sempre estão próximos da data de vencimento. E se encontrar um produto vencido na prateleira, deve informar ao funcionário do supermercado. Além de tirarem o produto de circulação, o consumidor deverá receber gratuitamente, do estabelecimento, um produto similar”. Rivaldo também explica que se houver divergência entre o preço na prateleira e o preço do caixa, o consumidor deve pagar sempre o menor valor.

Para a pesquisa de outubro foram visitados 10 estabelecimentos localizados em Campina Grande, são eles: Assaí Atacadista, Extra, Hiper Bompreço, Maxxi Atacado, O Filezão, Rede Compras, Supermercado Ideal, Tropeiros, Atacarejo e Hiper Todo Dia.

Fonte: Codecom

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO