Secult comemora ações realizadas n´O Maior São João do Mundo

sao_joao_culturalOrganização da Cultura foi do casamento coletivo ao São João das Boninas 

A Prefeitura Municipal de Campina Grande, através da Secretaria de Cultura, realizou ações itinerantes na 32ª edição d´O Maior São João do Mundo, no intuito de descentralizar as apresentações artísticas na cidade.

Já no dia 30 de maio, dando boas-vindas ao mês do arrasta-pé, foi promovido na primeira área industrial e boêmia da cidade, na Praça Edvaldo do Ó, o evento Boninas Junina, reunindo atrações de peso do ritmo mais contagiante do Nordeste.

Representando a genuína cultura nordestina/campinense, subiram ao palco os artistas Capilé, As Severinas, Os Florianos do Pífano, a banda Forró Campina, a orquestra FUPOP, o grupo Sivuquiando, a Sanfonada, Luizinho Calixto, o grupo Brasil Caboclo e a cantora Eloísa Olinto, que na oportunidade lançou o CD “100 Saudades”, com canções consagradas dos mestres do forró.

Essa foi a terceira edição do Projeto Boninas. Para o evento, a Secult firmou parceria com a Furne, UEPB, UFCG, Facisa, Associação Comercial e Empresarial de Campina Grande, Academia de Letras de Campina Grande, IFPB, Fundação Artístico Cultural Manuel Bandeira e Fundação Edvaldo do Ó.

O principal evento foi realizado nos dias 20 e 27 de junho de 2015, no Teatro Municipal Severino Cabral, reunindo mais de 1500 pessoas para o 3ª Festival São João Cultural.biliu_sao_joao_cultural

Na programação, a diversificação da cultura paraibana foi apresentada através de música, dança e poesia, relembrando as festas juninas do interior do Nordeste.

Apresentado pelo poeta Felisardo Moura, o Festival São João Cultural foi musicado pelo “maior carrego de Campina Grande”, o cantor Biliu de Campina, além dos artistas Adauto Ferreira, Eloísa Olinto, Luizinho Calixto, Benedito do Rojão, Forró Campina, Roninho do Acordeon, Geralda Velez e Os Floriano do Pífano.

Animando a plateia, o Grupo Raízes trouxe a representação do xaxado. Com o espetáculo “Tradições Nordestinas”, o Grupo de Tradições Populares Acauã da Serra, da UEPB, promoveu um passeio da ciranda às quadrilhas juninas.

A poesia foi representada pelos violeiros Hipólito Moura, Afonso Pequeno, Daniel Olímpio, Lara e Ágda Moura, Mariana Teles, pelo professor e historiador Daniel Duarte e pelo grupo Brasil Caboclo, dirigido pela atriz Arly Arnaud.

sao_joao_cultural_2015Levando a cultura aonde o povo está, a Secult levou ao Centro da Campina Grande, no Calçadão da Cardoso Vieira, a mais pura representação nordestina, com apresentação de poetas populares e trios de forró, animando os consumidores que aqueceram o comércio, motivados pelos festejos juninos.

No dia 12 de junho 100 casais disseram “sim” no Casamento Coletivo, realizado na Pirâmide do Parque do Povo. Os noivos receberam todo suporte da equipe da Secult, além de ser presenteados pela Prefeitura Municipal de Campina Grande com os custos dos trâmites cartoriais, vestidos de noiva e terno, além de penteado e maquiagem.

O Casamento Coletivo foi realizado pelo juiz Quéops Vasconcelos, contando com a presença do prefeito em exercício Ronaldo Cunha Lima Filho, pelo secretário de Cultura, Lula Cabral e pelo coordenador d´O Maior São João do Mundo, Temi Cabral.

Em parceria com a coordenação dos festejos, a Secult promoveu o cadastramento dos trios de forró, no Sistema Nacional de Informações e Indicadores Culturais (SNIIC). A ação possibilitou um real conhecimento da quantidade de artistas do gênero na cidade, além de abrir uma oportunidade para que estes trios estejam disponíveis no cadastro nacional de músicos.
casamento
Para o titular da Cultura, Lula Cabral, as múltiplas atividades promovidas pela Pasta mostram que os festejos juninos de Campina Grande é um evento consolidado, com raízes sólidas na cultura nordestina.
À Secult coube, apenas, levar os artistas mais próximos do povo, disseminando as tradições nordestinas e incentivando as novas gerações a apreciarem a própria cultura – relatou Lula.

Uma das ações massificadas por ele foi a distribuição de DVD´s do São João Cultural, que registra as tradições nordestinas, através das várias linguagens culturais.

Ele revelou que a Secult já planeja novas ações para 2016, intensificando a descentralização dos festejos juninos, propiciando que a população tenha mais acesso à cultura.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO