SEMAS realiza programação alusiva aos 28 anos do ECA

O Teatro Rosil Cavalcante, localizado no Centro Cultural Lurdes Ramalho, Bairro São José, foi palco nesta quinta(19) de um evento promovido pela Secretaria da Assistência Social(SEMAS), através do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDDCA), tendo como parceiros a Secretaria de Saúde e Educação da Prefeitura de Campina Grande, como também todo o sistema da garantia de direitos da criança e do adolescente. Na oportunidade foi realizada uma programação alusiva aos 28 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) com premiação, atrações culturais e discussões durante toda manhã.

O Estatuto da Criança e do Adolescente, importante ferramenta de proteção e combate as diversas violências as quais as crianças e adolescentes estão sujeitas, completou 28 anos no último dia 13. Para comemorar todo o sistema de garantia de direitos, premiou as crianças vencedoras do projeto “Pintando meus direitos”, além de apresentação cultural, palestras e mesa redonda acerca de discutir os 28 anos do ECA.

O projeto “Pintando meus direitos”, contemplou dez escolas da rede municipal e a unidade do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), onde foi lançada a proposta para que as crianças reproduzissem através de uma pintura livre, temas que remetessem aos direitos das crianças e adolescentes, lembrando que é dever da família, da sociedade e do Estado assegurar aos jovens o direito a saúde, educação, cultura e lazer, entre outros.

O Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente criou uma comissão julgadora para eleger as 12 pinturas que melhor representou os direitos das crianças e adolescentes, segundo o ECA. “Foram selecionadas as melhores pinturas nas quais, se tornaram o cenário de uma exposição, as pinturas foram reproduzidas através de banner”, relatou Renata Andrade, presidente do conselho.

Ela ainda destacou que o ECA é um marco fundamental na proteção e garantia dos direitos fundamentais de todos os jovens.

Através do projeto “Pintando meus direitos”, as crianças estão como protagonistas no entendimento dos seus direitos e deveres, criando oportunidade, empoderamento e autonomia.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO