Serviços de saúde articulados pelo CEREST-CG movimentam caminhoneiros no Posto da Farinha da PRF

Os serviços de saúde realizados na manhã desta quinta-feira, 24, no Posto da Farinha da Polícia Rodoviária Federal (BR-230), integrando as atividades da Campanha Novembro Azul, da Secretária Municipal de Saúde, através do Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador de Campina Grande – CEREST-CG, foram bem procurados pelos motoristas/caminhoneiros  atendidos no IV Comando de Saúde das Rodovias (CSR).

A grandiosa ação da PRF, que envolveu o CEREST-CG na articulação de boa parte dos serviços de saúde, tais como: atendimento médico, testes rápidos de DST/AIDS e vacinação, além da entrega de um kit com material educativo e preservativos movimentou o Posto da Farinha, na BR-230, onde os caminhoneiros foram abordados pelos policiais rodoviários e convidados a receberem os serviços disponíveis à categoria, que está exposta a vários tipos de doenças e principalmente acidentes de trânsito, segundo o coordenador da ação no Estado, Ubajara Nóbrega

A ação atingiu a meta, que foi a atender 110 caminhoneiros, tendo os serviços sidos iniciados às 08 e concluídos por volta 14 horas. Além do CEREST-CG, a PRF conta com a parceira oficial do SEST/SENAT, que se responsabiliza pela estrutura geral do evento.

Apesar de alguns motoristas reclamarem da ação, havendo inclusive resistência de alguns, sob alegação de não poderem esperar o atendimento em função da situação das cargas, muitos profissionais elogiaram os serviços e saíram satisfeitos com o atendimento, é o caso de Gilberto Lemos dos Santos, 43 anos. Ele disse que durante o CSR tem feito vários exames que não consegue realizá-los no dia a dia

Para o coordenador geral (interino) do Centro de Referência, Windsor Ramos da Silva Júnior, a ação da PRF vem fortalecer a Política Nacional de Saúde e Segurança do Trabalhador (PNST), visto que o CSR tem como objetivo melhorar a saúde dos condutores de transporte de carga e coletivos, profissionais que estão envolvidos em um percentual significativo dos acidentes nas rodovias federais brasileiras.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO