Trotes para o Samu de Campina Grande caem mais de 80% no primeiro semestre

No primeiro semestre de 2018, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192) registrou uma queda de 83% no número de falsas solicitações de socorro. De janeiro a junho de 2018 foram 5.127 trotes e no mesmo período do ano passado foram 31.803 falsos chamados.

A Secretaria de Saúde de Campina Grande atribui a redução no número de trotes ao trabalho educativo realizado pelo projeto Samu na Escola, iniciado no ano de 2014. Os profissionais perceberam que a maior parte das “brincadeiras” partia de crianças e quase sempre no horário do intervalo escolar. Por isso, o Núcleo de Educação Permanente do Samu criou o projeto. Os profissionais levam oficinas sobre primeiros socorros, dicas de segurança e saúde para a sala de aula durante uma semana para crianças de 8 a 12 anos de idade. De acordo com os organizadores, muitos dos estudantes já relataram ter ligado para o Samu para informar uma falsa ocorrência.

Desde 2014 o número de trotes vem caindo. Em todo o ano de 2013 foram 235.956 tentativas de enganar a equipe com ocorrências para pacientes inexistentes. Ano após o ano o número foi caindo em cerca de mais de 50% e o objetivo é conscientizar ainda mais a população para extinguir a prática que provoca problemas para as pessoas que realmente precisam de atendimento.“Com esse programa nós temos conseguido conscientizar a classe estudantil da seriedade do trabalho e o resultado tem sido muito positivo, como podemos observar. Além de evitar trotes com essa medida educativa, eles também recebem orientações e informações sobre saúde, cidadania e noções de primeiros socorros”, destacou Loyane Figueiredo, Coordenadora do NEP-Samu. As atividades do projeto estão suspensas por causa do período de férias das escolas, mas devem voltar em agosto.

Além da queda no número de trotes, o Samu conseguiu ampliar o número de atendimentos no primeiro semestre. Foram 26.880 enquanto em 2017 foram 26.007. O aumento se deve à expansão da frota. Este ano, foram adquiridas cinco novas ambulâncias, sendo uma delas específica para o atendimento em áreas rurais.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO