UPA de Campina Grande recebe qualificação do Ministério da Saúde

upa_referenciaApós passar por um processo rigoroso de avaliação, a Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24h Dr. Maia, que funciona no bairro Alto Branco, em Campina Grande, foi qualificada pelo Ministério da Saúde. Isso significa dizer que a unidade atendeu a todas as exigências que garantem a qualidade no atendimento e, portanto, passará a receber um incremento de R$250 mil por mês no repasse para custeio do serviço.

O processo de qualificação da UPA, que é de porte III, foi solicitado pela própria Secretaria Municipal de Saúde, ainda no primeiro semestre deste ano. Para que o serviço pudesse ser qualificado, foi necessário comprovar melhorias nos processos de atendimento, rotinas e fluxos de trabalho dos profissionais. Outra exigência foi a cobertura do SAMU 192 na cidade, assim como o acesso aos serviços da Atenção Primária a pelo menos 50% da população campinense.

Os avaliadores, que estiveram na cidade no mês de maio, ainda observaram a implantação de protocolos de atendimento clínico, de classificação de risco e de procedimentos administrativos. Outros itens, como a padronização visual da UPA e a disposição correta de salas e consultórios também foram analisados. Com a confirmação da qualificação, a última etapa do processo será a publicação no Diário Oficial da União, que poderá ocorrer já nos próximos dias.

A secretária municipal de saúde, Luzia Pinto, informou que a qualificação da UPA se deve ao um esforço do prefeito Romero Rodrigues que destinou recursos próprios da Prefeitura para melhorar as condições de infraestrutura e de trabalho na unidade. “Encontramos, em 2013, um serviço com diversas não conformidades, segundo o que é preconizado pelo próprio Ministério da Saúde. Havia também falhas na estrutura física, falta de sistema de climatização e problemas na rede de esgoto”, explicou.

Ainda segundo Luzia Pinto, nos últimos dois anos a UPA passou por obras de reforma e ampliação para melhorar e humanizar o atendimento. “Tínhamos uma recepção pequena que não comportava a demanda de pessoas que procuram o serviço. Hoje, temos um novo espaço totalmente humanizado destinado para triagem e acolhimento, com capacidade para sessenta pessoas”, informou a secretária.

Além do novo setor de triagem, a UPA também agora conta com laboratório próprio de análises clínicas, com equipamentos de ponta. A iniciativa ajudou diminuir o tempo de espera no atendimento dos pacientes, que antes aguardavam até quatro horas para ter o resultado de um exame feito em laboratórios de outros serviços de saúde. Em 2014, a unidade passou a realizar exames de eletrocardiograma por telemedicina, em parceria com o Instituto do Coração – INCA.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO