UPA realiza mais de 60 mil atendimentos no primeiro semestre de 2015

upa_atendimento Para diminuir as filas nos prontos-socorros dos hospitais, a Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24h Dr. Maia, que funciona no bairro do Alto Branco, em Campina Grande, resolve boa parte das urgências e emergências na cidade. Em média, pouco mais de 330 casos como fraturas, cortes, infarto, derrame, pressão e febre alta são resolvidos diariamente no serviço. Somente no primeiro semestre deste ano, o número de atendimentos na unidade chegou a 60.495.

Como a UPA 24h Dr. Maia é regionalizada, além dos usuários campinenses, a unidade também atende pessoas de outras cidades paraibanas referenciadas para o serviço. Por isso, do total de atendimentos realizados de janeiro a junho de 2015, em 82% dos casos atendidos os pacientes eram de Campina Grande e os demais (18%) de municípios circunvizinhos, como Lagoa Seca, Alagoa Nova, Massaranduba e Lagoa de Roça, por exemplo.

Ainda de acordo com os números, a maioria dos atendimentos realizados no período foi na especialidade de clínica médica (45%). Em seguida, aparecem ortopedia (17%) e pediatria (7%). Do total de pacientes que passaram pelo setor de acolhimento com classificação de risco, 13% foram casos mais simples, sem urgência e emergência.  Para estas situações, após o atendimento, o paciente pode ser referenciado para serviços da Rede de Atenção Primária à Saúde.

atendimento_upaDe acordo com o diretor geral da unidade, Amaro Jorge, além dos atendimentos médicos, a UPA ainda realiza exames laboratoriais, raio-x e eletrocardiograma – feito  em parceria com o Instituto do Coração – INCOR, de São Paulo. “A implantação do laboratório próprio e o exame de eletrocardiograma por telemedicina ajudaram a diminuir o tempo de resposta no atendimento. Antes, um simples exame feito em laboratório conveniado poderia demorar até mais de duas horas para que o resultado retornasse à UPA. Hoje, conseguimos ter os diagnósticos em questão de minutos”, destacou. No primeiro semestre de 2015, a UPA realizou 30 mil exames.

Qualificação – A secretária municipal de saúde, Luzia Pinto, informou que, recentemente, a unidade passou por uma ampliação e ganhou novo setor de acolhimento, com capacidade para sessenta pessoas, para garantir mais conforto no atendimento aos pacientes. “Graças aos investimentos da Prefeitura no serviço, em julho deste ano, a UPA conseguiu atingir as recomendações do Ministério da Saúde que garantiram a qualificação da unidade”, comemorou.

Ainda segundo a secretária, para que a UPA pudesse ser qualificada, foi necessário, por exemplo, comprovar melhorias nos processos de atendimento, rotinas e fluxos de trabalho dos profissionais. Os avaliadores do Governo Federal, que estiveram na cidade no mês de maio, também avaliaram a implantação de protocolos de atendimento clínico, de classificação de risco e de procedimentos administrativos. A qualificação garantiu um aumento de R$ 250 mil na verba para custeio do serviço.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO